quarta-feira, 5 de abril de 2017

Salvação pra quem?

Hoje eu estava indo da faculdade para o trabalho. Aquela viagem de 25km todos os dias, isso já há 3 anos! Cansaço define.
Caminhava pela calçada da Av. Vergueiro, em meio a estudantes, ambulantes, policiais, mendigos, bêbados e todos os tipos variados de pessoas que há na minha louca SP. Entre eles pessoas que querem "levar o evangelho a toda criatura" (não vou mencionar religião aqui, porque não convém), mas sempre há na rua, pessoas com suas bíblias e folhetos, disposta a pregar a salvação. Já perdi a conta de quantas vezes me desvencilhei das investidas deles de tentar me falar sobre a salvação e blablabla, não que eu não pudesse ou quisesse ouvir, apenas tinha presa e como já é rotina, estava muito atrasada para chegar na aula. Pois bem, hoje passando por lá vejo duas senhorinhas segurando suas respectivas bíblias e folhetos, e um homem sujo e mal vestido, não sei se bêbado, falando com elas. Não pude ouvir o que ele falava, estava usando fones e não me interessei em saber a conversa do homem. Mas ele olhava e falava muito com elas. Elas que por sua vez, torciam o nariz. Não as vi dizer uma palavra ao homem, sequer olhavam para ele. E fui embora com essa cena na cabeça. Duas senhoras, que acreditam estar com a palavra da salvação em mãos, ignorando um maltrapilho. Salvação para quem? Para mim e todos os outros que estavam melhor vestidos e limpos? Salvação para os que convém? Salvação para quem é fácil abordar? 

Desculpa, mas eu não quero uma palavra dessa sua salvação que exclui minorias.  

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário