segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Bye 2015. Chega mais 2016!

"O que você permite é o que vai continuar"

Na maluques de 2015, eu permiti tanta coisa, e entre todas as coisas, as que mais pesaram foram lembranças e pensamentos que já deviam ter ido embora. Mas aos poucos, com muito treino, meditação e vontade, fui compreendendo que o passado é aquela coisa que não volta. Gente, como demorei para aprender o óbvio, né?! Demorei porque todas as lembranças estavam (e continuarão) ai, e eu fraca, permitia que elas me ferissem e me fizessem sofrer. Agora chega! A vida é linda, maravilhosa e me oferece tanta coisa boa, que o passado não interessa mais. Por mais que existam as lembranças, não me fere mais, não permito! 

"Sim, este é o fim dos ventos que uivam sem direção. Tocam-me mas não me conduzem mais..."


E por falar em vida linda... Fechei dois mil e kisses com chavão de ouro, pra lembrar para toda a vida, amém. O que seria de mim, se não fossem os amigos? E grandes amigos esses meus! Grata a vida toda, por essas pessoas maravilhosas e loucas. Meus "Topa Tudo", que fazem minha vida muito mais divertida. Olha ai a foto dos meus caras pálidas:


Good Trip

Dessa vez pousamos em Salvador, com o coração aberto e cheio de expectativas, pelo menos era assim que estava o meu. Tranquila, mas com uma empolgação que não cabia em mim. Foi assim que cheguei lá. E fui recebida por tantos braços e abraços, que me senti em casa. Conheci baianos acolhedores e de coração imenso, e tudo isso agradeço a minha Prizinha. Grandes momentos, grandes lembranças e grandes amigos. Obrigada! Eu jamais esquecerei esses momentos. (A não ser os momentos alcoólicos, que foram mal registrados haha).
Foram dias de muita alegria, muito axé (mas isso não tem importância), muito papo, muito sol, muito companheirismo, risos e carinho. Muito carinho.

Cá em Sampa, o coração fica apertadinho todas as vezes que se lembra do farol, daquele por do sol lindo, que vimos do alto daquela pedra que eu queria tanto pular, e a Pri (e depois o medo) não deixou.

A caminhada e os papos bons na orla. Beijos para as moças da tapiocaria haha.. As cachaças e as frescuras de Pati.. Enfim.. O coração aperta quando lembro da viagem, da Bahia e da amiga que ficou lá.

Que 2016 traga mais viagens, aventuras, riscos, abraços e todas essas coisas boas que nos é proporcionado sempre que nos reunimos. Good Trip!

Nenhum comentário:

Postar um comentário