quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

A vontade de "resetar a vida" é constante, perturbadora e cruel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário