quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

A tristeza tem rondado, e eu tento não olhar pra ela.
Tenho sentido muito medo, outro dia por exemplo, eu voltava da faculdade e no metrô uma moça veio em minha direção, falando e gesticulando algo que eu não entendia, senti um medo enorme, um arrepio frio percorreu meu corpo. Achei que ela fosse de alguma forma, me fazer mal. Quis correr, quis gritar, mas me controlei e no fim ela só queria uma simples informação. Trauma. Sequelas que um mundo louco e estúpido deixa na gente.
A loucura tem rondado também, e eu me agarro cada vez mais firme no fio de esperança que resta. Meu Deus, o que tá acontecendo? Que medo é esse de me machucarem? 
A minha falta de paciência, me irrita. Estresse é constante.

Não sou assim! 

Não era, pelo menos...



"O teu amor me sustentará a tua graça me bastará "

Nenhum comentário:

Postar um comentário