terça-feira, 19 de maio de 2015

Notas do meu celular

Aquilo que parecia tão distante e incapaz se abre em nós e se impõe contra nossa pequenez, mostrando que tudo existe, que a vida, infinita, se faz como quer.
Se esparrama nesse mar de viver e vai livre, por todos os lados... Vai ao longe, e a gente não pode com ela. Certo é deixar-se levar.
Arriscar-se nesse mar. Naufragar-se em emoções e sentir a vida a nos invadir os pulmões. Não morremos, não agora. Tudo sufoca, engasga, afoga. Então a vida nos puxa de volta e a gente nada. E só.
 
 
 Criado em 30/03/2014 as 4h30 am

Nenhum comentário:

Postar um comentário